Receita: Blinis.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Receita: Blinis.

Mensagem por Lilith Haishá em Ter Ago 28, 2012 2:06 am

Status: RP Fechada.
Data: 28 de Agosto de 2012 – 02h00.
Local: Cozinha.
Participantes: Lilith Haishá e Maor Coen.

    Ainda trajava suas vestes de viagem, uma capa negra escondendo as vestes claras e uma mala escura na mão esquerda. Suas feições ficavam ainda mais indecifravéis naquelas vestimentas e ainda mais rudes. Se em algum lugar ensinavam ‘meninas’ a serem delicadas ela havia faltado a todas as aulas. As passadas eram tão pesadas quando não queria ser discreta que podiam ser ouvidas em outras alas. Suspirava resmungando algo indecifravel como se pudesse conversar com o vazio, um tempo espaço diferente. A cabeça ainda trabalhava em recitar frases aleatórias de ‘O Corvo’ de Poe sem dar espaço para qualquer outro pensamento, uma maneira simples de lidar com desconhecidos. Era sua preucaução padrão, um botão de repetição para aquelas causalidades que pareciam se tornar frequente fora de sua zona de conforto.

    Sua face entediada não tentava disfarçar o desgosto com a recente situação na reunião dos professores, o lábio inferior machucado de tanto ser mordiscado manchava a pele com pequenas gotas de sangue. Nunca se importou com sua condição clínica, mas muito tempo atrás aprendeu a lidar com aquelas pequenas manias. Não podia sentir, mas uma reação rotineira lhe fez passar o indicador e o dedão rente sua boca limpando as manchas avermelhadas e pintado de rosa seu queixo. Uma de suas sobrancelhas arqueou a visão dos dedos sujos, mas ignorou o fato empurrando, então, o acesso a cozinha. Passava das duas da manhã, um castelo silencioso de vida e embalado ao assovio dos ventos pelos corredores, não era necessária grande inteligência para saber onde encontrá-lo, naquele horário, naquele dia em particular. - É bom que valha a pena --- Sentou em uma mesa cruzando as pernas e observando o local. Nunca fez muito gosto por cozinhas, não fazia questão de grandes banquetes ou variedades, precisava se alimentar apenas.

    Pegou uma maçã e se dispôs a arranhá-la com a unha enquanto esperava que ele notasse sua presença, era meio que um ritual entre eles, sempre sabiam da presença do outro, mas era necessário um minuto ou dois para deixar o clima menos pesado. Lilith havia aprendido com muita dureza que paciência era sua arma mais preciosa, mas exercitá-la com "Coen".- Será que podemos pular as preliminares pelo menos hoje? Deu um sorriso irônico jogando a fruta na outra mesa onde algo era preparado. Não se mostrava necessariamente impaciente, mas a verdade é que ainda não havia digerido a ideia de uma nova vida principalmente naquele clima. Pulou da mesa fazendo um barulho de duas pedras, o salto, se encontrando com força. Tão rápido caminhou até o caldeirão já ia pegando uma colher para provar alguma coisa borbulhante.
avatar
Lilith Haishá
Professora

Israel
Age : 38
Sangue Puro

Cor : #D2B48C

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/home.php

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita: Blinis.

Mensagem por Maor Coen em Ter Ago 28, 2012 10:14 am

I asked that girl which road she was taking
Said she was walking the road of hate

- Crow Jane (Murder Ballads)



Ainda que não houvesse muita coisa nessa vida de que ele gostasse, ser interrompido era particularmente irritante. Mas no fim das contas, era só uma questão de hábito - expressão que resumia bem não só a relação dos dois, como talvez a força que fazia o mundo continuar girando. Hábito.

Ouvira as passadas pesadas de Lilith ecoando pelo castelo, pedra e madeira vibrando para anunciar sua aproximação. Algumas pessoas se contentam em bater na porta, mas que é que ele podia fazer se ela era especial? Não se deu ao trabalho de se virar, porém; já haviam deixado esse tipo de protocolo para trás muito tempo antes de sequer cogitarem pisar em Hogwarts. Em um movimento feito um bote de cobra, pegou sem olhar a maçã que ela jogara nobre a mesa, deixando de lado o recipiente com a massa que preparava só por um instante. Sorriu consigo mesmo, ainda que seus lábios mal se movessem no processo, alisando a casca da fruta entre os dedos, sentindo as marcas das unhas da mulher feito uma assinatura.

Foi quando ela saltou da mesa, ruidosa como de costume (exceto quando queria ser mais silenciosa que a morte), catando uma colher para mexer onde não havia sido chamada.

- Shh. - Acertou um tapa no dorso da mão dela, finalmente se dignando a lançar um olhar de canto para a loira. - Isso aí não é pra você. A não ser que você queira tirar uma soneca no meio da cozinha. - Mordeu a maçã, então, mas sequer se importou em parar de falar. - Se quiser provar alguma coisa, tem aquele pote de geleia de pimenta ali, acho que vai fazer mais o seu gosto...

Foi quando finalmente a encarou de vez, notando a mancha rosada no queixo delicado. Às vezes Lilith parecia uma criança voltando para casa com a roupa toda manchada depois de uma brincadeira no jardim. Não que crianças fossem de brincar com sangue (ao menos ele esperava que ainda nao tivessem chegado àquele ponto), mas a comparação não deixava de ser válida. Para ela, era quase como um jogo mesmo; algo que a mantinha afastada do tédio e do aborrecimento. Franzindo o cenho, o homem umedeceu a ponta do polegar com saliva para limpar a pele da outra num gesto quase rude, qualquer coisa como uma matrona que, já sem paciência, despacha o filho para a escola, agora sem os restos de chocolate no rosto - e a forma como ela girou os olhos só reforçava a impressão.

- Sem preliminares? Engraçado. Acho que você é a única mulher que já me veio com um uma dessas... - Ergueu as sobrancelhas com um quê de sarcasmo, algo como um sorriso preguiçoso torcendo os cantos da boca.- Eh, brincadeira. Não me olha com essa cara, meu bem... O que é que você me pede que eu não atendo? Sem preliminares, sem enrolações. O que é que você quer? Duvido que sejam só os blinis...

Sem mais, acendeu o fogo, o ruído da chama parecendo mais alto que de costume na calmaria da noite.

-

So we rewrite our lives, but it's not what we think
in the chaos we dance as we stand on the brink...
avatar
Maor Coen
Professor

Inglaterra
Age : 52
Sangue Puro

Cor : #556B2F

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita: Blinis.

Mensagem por Lilith Haishá em Ter Ago 28, 2012 12:50 pm

    Fez-se um segundo entre aquele tapa e qualquer outra reação, segundo no qual ela pensou em várias maneiras pouco ortodoxas de retribuir o gesto. Com o tempo teve de se contentar a andar desarmada perto dele, questão de preservação e respeito a uma das clausulas do contrato informal que era a ‘convivência’. Recuou a mão jogando a colher sobre a mesa e dando de ombros, assim como ele costumava fazer. - De qualquer forma eu fico com um pouco disto. Procurou nos bolsos o que depois ficou claro ser um pequeno frasco transparente, recipiente. - E quem iria se preocupar comigo tirando um cochilo aqui? Os Elfos? Completou com um sorriso sarcástico. Tomou a colher novamente para si fitando o que parecia ser o pote de geleia comentado.

    Não se importava com o resto, sentia fome então comia, sentia sede então bebia, entregava-se assim fácil às necessidades fundamentais daquele corpo. Teve uma rápida troca de olhares com ele como se perguntando ‘Perdeu alguma coisa?’, mas suas dúvidas foram sanadas quando ele apenas limpou seu queixo. Odiava parecer com uma criança lambuzada, detalhe que de sangue, após a refeição. Deteve-se em revirar os olhos mostrando impaciência e depois foi até a mala deixada um pouco atrás. - Eu sou a única mulher que já lhe veio com muitas outras coisas(...) Não precisou olhar para ele, como se aquela frase fosse repetitiva demais. Mesmo de costas ela sabia que sua feição nada amigável não passaria despercebida. Ergueu a mala que parecia pesada e se aproximou novamente fazendo certa força.

    - Um último serviço terminado! Jogou a encomenda que fez ecoar um baque surdo. Uma mancha era visível no tecido escuro, agora também o chão onde antes repousava parecia molhado. - Velhos hábitos me perseguem. Sorriu contente, satisfeita com sua última empreitada. De fato parecia uma criança brincando com um jogo perigoso. - Blinis? Você sabe que não entendo nada dessas suas "frescuras". Não sei se um dia poderei me acostumar novamente com este castelo, essas pedras, essas crianças. Você pelo menos(...) Versos de um conto dos Grimm ecoavam em seus pensamentos, qualquer menção sobre aquele passado era tratado assim, como se nunca tivesse existido. Caminhou até o pote e abriu colocando a colher bem no fundo e retirando uma pelota de geleia que levou até a boca em seguida.
avatar
Lilith Haishá
Professora

Israel
Age : 38
Sangue Puro

Cor : #D2B48C

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/home.php

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita: Blinis.

Mensagem por Maor Coen em Qua Ago 29, 2012 10:32 pm

Em nome da manutenção de um bom relacionamento profissional - e algo próximo de respeito, mesmo que não admitisse -, ele ao menos tentou não acompanhar com absoluto descaso o pequeno show de Lilith, exibindo o resultado de seu último serviço como um gato que larga a carcaça de um pássaro diante do dono. (Também era de bom tom conter qualquer gracinha sugerida por essa ideia, porque ela certamente não ia gostar.) Foi capaz inclusive de conter um olhar de censura quando a mulher meteu a colher com toda a vontade no pote de geleia; só restava esperar que ela não repetisse o gesto.

Respirou fundo, preparando a frigideira. Bem ou mal, era melhor vê-la com aquele sorriso satisfeito no rosto. Mais seguro.

- Blinis, meu bem, não são frescuras. São panquecas. - Ofereceu à loira um sorriso que era tanto cordial quanto sarcástico. A manteiga derretida chiou na panela quando o homem jogou um pouco de massa. - E eu sinto muito, mas você não tem muita opção. Nem eu, se isso serve de consolo. Ou você acha que eu sou todo júbilo e glória com a ideia de ficar de olho em um bando de pivetes? Por favor. - Um riso frouxo lhe escapou pelo nariz, em meio a um menear de cabeça. - Mas não vai demorar tanto. Um ano, talvez? Vá lá, o que é um mísero ano comparado ao resto das nossas vidas?

Blinis eram um pouco frustrantes, na verdade. Metade da graça de fazer panquecas estava em virá-las jogando no ar; com aquelas rodelas minúsculas de massa, porém, era mais jogo usar uma espátula mesmo. Estalou a língua em desagrado, ao perceber a oportunidade perdida.

- Você pode ir se quiser, Lilith. Não é como se eu fosse criar caso por uma quebra de contrato. Mas... - Lançou um olhar de canto de olho para ela. - Bem, você foi, está sendo e será remunerada exatamente da forma que exigiu. Esse acordo tem vantagens pra nós dois. Seria uma pena acabar assim... - E sorriu. Não o sorriso preguiçoso de sempre, e sim uma expressão felina, como se dividindo uma piada maldosa com a única pessoa que poderia entender. - Porque sim, você foi a única mulher que me veio com muitas coisas... Inclusive, acho que eu posso dizer que você é a mulher da minha vida. Pelo menos dessa.

Riu consigo mesmo, passando os primeiros blinis para a travessa rasa que já havia reservado. Sem pressa, caminhou até a loira e tomou a colher de sua mão, pegando o pote de geleia logo em seguida. Raspou a boca do recipiente com o talher, pegando uma prova, cenho franzido enquanto deixava o gosto se prolongar na língua. Enfim lambeu os beiços, um ar de aprovação no rosto.

- É, tá bom. - Com um movimento de cabeça, indicou a travessa com as rodelas de massa ainda abertas. - E aí? Vai ficar pra me fazer companhia?

O que estava em jogo, contudo, valia para muito mais que um lanche na madrugada. E ela sabia disso.

-

So we rewrite our lives, but it's not what we think
in the chaos we dance as we stand on the brink...
avatar
Maor Coen
Professor

Inglaterra
Age : 52
Sangue Puro

Cor : #556B2F

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita: Blinis.

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum