PETA - People for the Ethical Treatment of Animal

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

PETA - People for the Ethical Treatment of Animal

Mensagem por Azmaria D. Corte-Real em Qua Out 31, 2012 8:05 am

RP: Aberta
Participantes: até agora: Azmaria Corte-Real, Hazel Buckingham e Liesel Bennet
Mestre: Blanche Pannechi
Data: 11/09/2012
Local: Arredores do Castelo
Horário: 18:00 horas


Girls, we run this motha!




Estávamos mais uma vez na biblioteca mofando entre os livros. Depois do fatídico dois de setembro, era muito comum que Azmaria se entocasse na Lufa-Lufa ou em ambientes do Castelo menos sociáveis e mais atenciosos. Preteria ao máximo uma aproximação do Salão Principal e só o freqüentava em horários de pico qual sejam: quando a comida era servida. E mesmo assim, tão logo comia e enchia os bolsos com muffin e caramelo, saía ligeiro dali.

Evitar Logan era vital para ela. Se bem que eles andaram se evitando mutuamente. Agora, porém, ela tinha um convite para ir com ele à Hogsmeade e literalmente uma carta na manga acompanhada de uma misteriosa poção. E para desvendar o mistério do Villeneuve traidor, meu sol e estrelas passava a maior parte das horas vagas na Biblioteca pesquisando ingredientes, doenças raras e uma infinidade de coisas ligadas à genética. Até então tinha conseguido uma lista de quinhentos metros de pergaminho com doenças genéticas bruxas mais freqüentes. E uma lista de trezentos e setenta e dois metros de doenças raras.

É isso mesmo, Arnaldo! Não tá fácil pra ninguém!

Em suas andanças pelo Castelo, minha princesa de Lisboa tinha feito amizade com duas garotas da Corvinal que também freqüentavam bastante a Biblioteca: Liesel Bennet e Hazel Buckingham. Elas até ajudaram na catalogação das doenças genéticas, sem saber bem porque Azmaria estava tão obcecada por esse assunto. Filha do medibruxo chefe do St. Mungus não era difícil imaginar que ela quisesse trilhar os passos do pai, e ela deixou que pensassem que fosse isso mesmo.

Não gostava de mentiras ou omissões, mas também não desejava expor Logan a nenhuma leviandade dos colegas. Até porque quando o assunto era o canadense ela era sempre superprotetora e não gostava de dividir informações. No geral, ela quase não guardava segredos porque era uma falastrona, mas até mesmo Charlie, sua melhor amiga, bem sabia o quanto era difícil arrancar qualquer coisa de Azmaria quando se tratava do grifinório.

Assim, cá estamos nós de novo, mofando na biblioteca. As três garotas estavam sentadas em uma mesa afastada perto da janela de caixilhos alta enquanto eu brincava com os ladrilhos do vitral colorido, agradecendo pela chuva finalmente ter dado uma trégua. Não que o tempo tenha ficado bonito de repente, mas era melhor do que se sentir úmido o tempo inteiro.

Em um ato de frustração, Azmaria afastou seus pergaminhos para longe e foi dar uma volta pelo corredor de TCM onde apanhou um exemplar qualquer e começou a folhear. Levou o livro para a mesa, mesmo que não o lesse, serviria como peso de papel. Hazel e Liesel ainda estavam concentradas em seus deveres quando a portuguesa puxou para si um pedaço de jornal da manhã. Deu especial atenção a notícia que falava sobre a morte misteriosa de unicórnios. Seu sangue colérico ferveu de raiva. Odiava que machucassem os animais.

- Vocês já viram isso? – quebrou o silêncio ignorando o olhar de censura de Liesel – Que tipo de gente cruel é essa que é capaz de matar um unicórnio e drenar todo o seu sangue? Isso é um ultraje!

- Muita gente que mexe com Artes das Trevas faz esse tipo de coisa, não que seja certo, mas o sangue do unicórnio é algo muito precioso em encantamentos negros. – Hazel comentou.

- Essa escola está contaminada pelas Artes Negras. Só pode que o espírito de Você-Sabe-Quem anda vagando por aqui depois que morreu. Alunos lançam feitiços negros uns nos outros dentro do trem, ameaças terroristas e coisas estranhas acontecem a toda volta, e agora um ataque a unicórnios. Isso é coisa de gente desesperada. Só um desesperado para aceitar matar uma criatura mais pura do que uma criança. E se a direção não vai fazer nada, eu acho que devemos descobrir quem foi que fez isso e pará-lo!

O espírito intrépido de aventura das meninas se acalorou. E convenhamos, era melhor do que ficar preso na biblioteca mais uma noite catalogando doenças e poções. Azmaria pegou então uma tira de cetim dourado, escreveu um bilhete breve para Charlie e amarrou em meu pescoço. SIM! Eu sou o meio de comunicação mais confiável que existe e muito mais eficiente do que uma coruja.

Juntou seus pergaminhos, colocou todo o material na bolsa e junto das duas corvinais ganhou o lado de fora do Castelo. Não chovia ainda, mas o tempo ameaçava voltar a desabar. Ganharam os campos gramados em busca de alguma pista que pudesse indicar-lhes algo, afinal, se os unicórnios saíram da Floresta, quem quer que os tenha matado teve que passar por Hogwarts ou pelo Lago, já que não havia outra trilha conhecida que levasse à Estação de Hogsmeade.


Girls!

vestindo: isso
escutando: beyonce - who run the world
thanks, baby doll @ OOPS


Resumo:
Azmaria está na Biblioteca pesquisando a misteriosa doença de Logan com Hazel e Liesel. Acaba se interessando pela causa dos unicórnios mortos e junto das duas amigas corvinais resolve ir em busca de pistas sobre o ocorrido nos Arredores do Castelo.

1- dado para Furtividade; 2- dado para procurar pistas



Última edição por Azmaria D. Corte-Real em Qua Out 31, 2012 8:23 am, editado 1 vez(es) (Razão : Editando o título)

-


Logan Jr.
Arnaldo
avatar
Azmaria D. Corte-Real
Aluna

Série 6º Ano

Portugal
Mestiça

Cor : #

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: PETA - People for the Ethical Treatment of Animal

Mensagem por Azmaria D. Corte-Real em Qua Out 31, 2012 8:07 am

Rolando os dados pq não foi xDD

-


Logan Jr.
Arnaldo
avatar
Azmaria D. Corte-Real
Aluna

Série 6º Ano

Portugal
Mestiça

Cor : #

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: PETA - People for the Ethical Treatment of Animal

Mensagem por RPG Enervate em Qua Out 31, 2012 8:07 am

O membro 'Azmaria D. Corte-Real' realizou a seguinte ação: Rolar Dados

#1 'd20' :

#1 Resultado : 16

--------------------------------

#2 'd20' :

#2 Resultado : 1
avatar
RPG Enervate
Mestre do Jogo

Brasil

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: PETA - People for the Ethical Treatment of Animal

Mensagem por Hazel Buckingham em Qui Nov 01, 2012 12:17 pm

Azmaria subestimava a minha inteligência: eu sabia que seu repentino empenho nos estudos só poderia ter a ver com Logan, embora ainda não soubesse estimar qual era a relação. Era óbvio, porque mais nada sabia despertar na minha amiga tamanha obsessão que o seu... hm...amigo. Claro que eu estava apreciando a sua companhia, uma vez que era na biblioteca que meus passos acabavam me levando de qualquer forma, mas era especialmente preocupante observar a sua mudança. Acabei concluindo que a portuguesa estava apenas tentando evitar encontrá-lo pelos corredores, e mais de uma vez quis perguntar para ela o que estava acontecendo, entretanto achei que se ela quisesse falar sobre isso, provavelmente o faria espontaneamente. Até porque, eu estava sendo hipócrita, já que preferi não comentar com minhas amigas sobre Augustin. Quero dizer, nós dois e como ele adentrara em uma complicada zona cinzenta da minha vida. É claro, eu não iria sair espalhando pelos corredores do castelo que tínhamos nos beijado, porque isso não significava absolutamente nada e seria ingênuo da minha parte achar que eu era diferente das centenas de outras alunas de Hogwarts com quem ele já fizera a mesma coisa.

Enfim, estávamos estudando com Liesel na biblioteca quando Azmaria encontrou uma reportagem que tratava sobre a matança dos unicórnios e ficou claramente indignada. Eu concordava com ela que apenas uma pessoa terrível teria coragem de matar criatura tão pura e bela como são os unicórnios, e ainda por cima amaldiçoar a si mesmo a uma semi-vida miserável, mas diferente dela não tinha planejado tomar nenhuma atitude diante da notícia. Quero dizer, não sou reacionária. O máximo que eu faria seria escrever um artigo rechaçando a prática, no silêncio do meu dormitório, calçando pantufas e com creme o rosto. Aliás, acho que nem mesmo isso eu faria, porque ainda tinha um dever enorme de Teoria da Magia e, veja bem, acho que nem ele minhas mãos conseguiriam terminar de anotar naquele dia.

Azmaria, por outro lado, queria partir para a ação. Fez um discurso inflamado sobre como as Artes das Trevas estavam dominando Hogwarts, e como deveríamos todas nós procurar pelo culpado da morte dos unicórnios e tentar pará-lo, mas eu não poderia concordar menos com ela. Se havia alguém tão perigoso a solta, eu estava mais propensa a fugir dele que tentar capturá-lo. Mesmo assim, acho que alguém com mais juízo deveria acompanhar a portuguezinha, senão ela certamente iria se machucar. Ok, eu era apenas um ano mais velha que Azmaria, mas ela era tão ingênua e romântica que sempre despertava a minha preocupação.

Fingindo empolgação, guardei meus livros com pressa, coloquei a mochila nas costas e segui as duas garotas em direção à área exterior do castelo. Só esperava que elas não decidissem se embrenhar floresta proibida adentro, até porque todos sabiam muito bem que era contra as regras do castelo, e nada me faria quebrá-las, nem mesmo bebês unicórnios. O gramado ainda estava molhado da chuva que havia parado há pouco, então lama e grama estavam sujando os meus sapatos. Eu queria fingir que não me importava com isso, mas, olha, eu só tinha dois pares e meus feitiços de limpeza às vezes eram bem sentimentais.


Resumo:
Hazel aceita ajudar Azmaria e Liesel a procurar pistas de quem andou matando os unicórnios porque tinha medo que elas fizessem algo imprudente

OFF: Dados para 1- furtividade 2- procurar pistas
OFF²: gente, no google docs parecia estar tão grande O_O IDUHSAUIDHASIUDSA


Última edição por Hazel Buckingham em Qui Nov 01, 2012 12:29 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Hazel Buckingham
Aluno

Série 7º Ano

Inglaterra
Mestiça

Cor : #7AC5CD

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: PETA - People for the Ethical Treatment of Animal

Mensagem por RPG Enervate em Qui Nov 01, 2012 12:17 pm

O membro 'Hazel Buckingham' realizou a seguinte ação: Rolar Dados

'd20' :

Resultado : 12, 17
avatar
RPG Enervate
Mestre do Jogo

Brasil

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: PETA - People for the Ethical Treatment of Animal

Mensagem por Liesel Bennett em Sab Nov 03, 2012 10:15 am

{ PLAYING WITH FIRE... }
Let's save the Earth (?)


• • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •
04/09/2012 / Terça / Biblioteca

--------------------------------------------------------------- ------------------------------------------------------------------- ----

Status: RP Aberta
Data: 11 de Setembro de 2012
Local: Arredores do Castelo
Participantes: Liesel Bennett, Azmaria Corte-Real e Hazel Buckingham

Spoiler:
Depois de sair para poder estudar com suas companheiras, o que acontece é uma ligeira mudança de planos e as garotas partem em busca de pistas do que está acontecendo com os unicórnios.

Era engraçado como as coisas estavam mudando neste começo de ano para Liesel. Primeiramente tinha já iniciado o ano tendo uma discussão acalorada com um de seus desafetos e ainda sido ajudada por um rapaz no qual pouco sabia. Depois ainda se metia em probleminhas na Biblioteca, coisa da qual ela nunca tinha passado nada nem de perto parecido, ou seja, podemos dizer que estranhamente esse era um começo de ano conturbado para Bennett e o mais engraçado é que estava adorando aquela sensação de que as coisas correriam de uma maneira diferente e não ficaria mais somente em sua zona de conforto. Sempre quis ser a menina que quebrava as regras pelo menos de vez em quando, só pra agitar as coisas.

Enfim, Azmaria e Hazel tinham se tornado pessoas com as quais gostava de conversar e passar um tempo até por trazerem novos ares. A corvinal era mais sensata e racional enquanto a portuguesa lufana parecia ser um poço de idéias e vontades loucas que chegava que a divertia bastante. Provavelmente ela deveria ter milhares de histórias loucas para contar por ai e, mesmo que escondesse isso profundamente, esperava poder conseguir algumas boas histórias para contar para seus filhos e netos! Qual é, ela não queria ser vista como aquela que foi a chata e não viveu tudo que podia não é mesmo? Além do mais, havia um balanço entre as 3 que acabava tornando as coisas mais simples e achava que dava pra ter suas histórias e ainda assim ser ligeiramente responsáveis.

Retomando, naquela noite mais uma vez foi com a dupla dinâmica para a Biblioteca e dessa vez estava realmente mais disposta a estudar. Buscaram um bom lugar para elas e não demorou a abrir na página indicada pelo professor. Os olhos percorriam as palavras tentando absorver o conhecimento e estava até começando a se empolgar com sua leitura, quando acabou se assustando com Azmaria comentando sobre o que lia no jornal. "Peraí, a gente não deveria estar estudando?". Aquela era a idéia pelo menos...

Lançou seu melhor olhar de censura como quem dizia para ela se calar e voltar os olhos para os livros, mas isso pareceu não causar nenhuma reação na companheira, então simplesmente revirou os olhos e fechou o livro, não teria mesmo como focar em estudos enquanto ela falasse. Apoiou as mãos sobre o livro e então prestou atenção sobre a história dos unicórnios e o quão horrenda soava. Realmente aquilo não era uma coisa boa e se limitou a concordar com a cabeça com o que as duas diziam e eis que veio a genial idéia de descobrirem o que estava acontecendo com eles.

- Ei calm...

Ia continuar falando, mas eis que o pensamento da corvinal voltou exatamente para o ponto chave do começo desse post: "esperava poder conseguir algumas boas histórias para contar para seus filhos e netos!" Droga, por mais que quisesse realmente se enfiar nesse tipo de aventura, ainda assim era assustador pensar em ir atrás de alguém que tinha coragem de drenar sangue de unicórnios. Pensemos, se ele faz isso com criaturas que são puríssimas imagina o que não faria com três aprendizes de bruxas enxeridas! Okay, não era o melhor momento para se pensar sobre isso quando estava prestes a se meter em confusão.

Forçou um sorriso para parecer realmente estar bem empolgada, apesar de não poder negar que só a idéia de ir em uma busca a deixava bem estimulada, e se levantou de um salto da mesa e comeõu a juntar as coisas e colocá-los dentro da bolsa que sempre carregava pra cima e pra baixo. Foi seguindo as suas companheiras o mais rápido que conseguia e logo que deixaram o castelo sentiu um calafrio percorrer todo seu corpo. O que exatamente deveriam procurar? Nem ela mesmo tinha certeza, só sabia que deveria tentar seguir seus instintos, mas seria o suficiente?

- Vamos atrás das pistas então... - Disse mais para si mesma do que para os outros e esperava realmente que ao mesmo tempo que achassem algo, que não encontrassem nada muuuito perigoso. Não a critiquem, ainda está entrando nessa de aventuras, oras!

Dado 1: Furtividade
Dado 2: Procurar Pistas
Tagged; Azmaria Corte-Real e Hazel Buckingham
Vestindo; Isso.
Trilha Sonora None Yet.
Créditos; template feito por Kaguya Hime para os membros do OOOOPS!
avatar
Liesel Bennett
Aluna

Série 5º Ano

Inglaterra
Mestiça

Cor : #9FB6CD

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: PETA - People for the Ethical Treatment of Animal

Mensagem por RPG Enervate em Sab Nov 03, 2012 10:15 am

O membro 'Liesel Bennett' realizou a seguinte ação: Rolar Dados

#1 'd20' :

#1 Resultado : 8

--------------------------------

#2 'd20' :

#2 Resultado : 8
avatar
RPG Enervate
Mestre do Jogo

Brasil

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: PETA - People for the Ethical Treatment of Animal

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum